Tester: o que é, quanto ganha e o que faz

COMPARTILHE!
Tester: o que é, quanto ganha e o que faz



O que veremos neste artigo

Você já ouviu falar na profissão Tester? Essa função tem se tornado cada vez mais comum, de modo a acompanhar a evolução tecnológica e o ritmo de consumo...

Você já ouviu falar na profissão Tester? Essa função tem se tornado cada vez mais comum, de modo a acompanhar a evolução tecnológica e o ritmo de consumo da população. Entenda melhor sobre quem é esse profissional e como é sua atuação no mercado. 

O que faz um tester?

A profissão tester também é conhecida como analista de testes. Ele é um profissional protagonista no processo de garantia de qualidade de um produto específico.

 

Todo desenvolvimento de produtos busca realizar uma entrega satisfatória ao cliente, de modo a atender as expectativas da empresa e respeitar seu padrão de qualidade. Assim, o tester é um funcionário que vai atuar na etapa de validação da qualidade de um produto.

 

Algumas organizações podem optar por contratar um analista de qualidade, que vai atuar de forma conjunta com o analista de testes. No entanto, há diferença entre as duas funções.

 

Enquanto o analista de qualidade é responsável por avaliar o processo de desenvolvimento do produto, em todas as suas etapas. Já o tester é responsável pela validação do produto em si, avaliando a sua performance e se os resultados esperados são obtidos. 

 

O analista de testes cuida, então, de todo o processo que permite assegurar se as condições do produto estão de acordo com as expectativas da empresa e dos clientes. 

Qual é o mercado de atuação do tester?

De modo geral, essa profissão está bastante relacionada ao planejamento e validação de softwares. Dessa forma, é responsabilidade da função verificar se o funcionamento do produto está correto e identificar possíveis falhas, antes que ele seja lançado no mercado. 

 

Assim, o principal mercado de atuação dos testers é a validação de diferentes tipos de sistemas, sites, aplicativos, jogos, dispositivos e outros produtos que armazenam e processam informações.

 

Como falamos, eles devem identificar possíveis problemas e fazer uma análise do desempenho geral do software, além de sugerir melhorias. Por essa razão, o mercado de tecnologia é o que mais absorve esse tipo de profissional atualmente. 

 

Inclusive, ter conhecimento técnico sobre o tema é algo que valoriza a função porque permite que o profissional também colabore, de fato, com o desenvolvimento do software. Isso facilita tanto a validação de novos produtos quanto as verificações de rotina em produtos que já existem no mercado. 

Quais são as principais responsabilidades de um tester?

O analista de testes possui diversas responsabilidades. Portanto, é uma profissão bastante dinâmica, que envolve a realização de diferentes funções. É de sua responsabilidade, por exemplo, identificar todos os possíveis riscos que envolvem o produto. 

 

Então, ele deve verificar quais erros que o sistema pode cometer durante a utilização do usuário, problemas de funcionalidades, verificar o layout, se a usabilidade está adequada e se a instalação do sistema está ocorrendo de modo correto. 

 

Veja abaixo alguns exemplos de funções que o tester pode exercer em seu dia a dia: 

 

  • Estudo e análise do escopo do projeto em questão;
  • Atuação junto aos desenvolvedores de software e equipe de suporte;
  • Compreender quais os objetivos do produto;
  • Monitoramento dos sistemas e aplicativos;
  • Detecção de possíveis falhas no sistema;
  • Planejamento de recursos para execução de testes;
  • Execução de testes de desempenho, estrutura e funcionalidades;
  • Documentação dos casos de teste;
  • Execução de testes manuais e automatizados;
  • Assegurar a garantia de qualidade;
  • Oferecer informações e comunicações para a equipe de desenvolvimento;
  • Apresentação de resultados à equipe;
  • Acompanhamento do ciclo de vida do produto durante as etapas de teste;
  • Atuação em mais de um projeto de modo concomitante.

 

Após a conclusão dos testes, é fundamental que o testes liste todos os problemas identificados e elabore relatórios detalhados. A parte de documentação é essencial para as correções no projeto. 

Quais os cursos são recomendáveis para quem deseja se tornar um tester?

Dentro do mercado de tecnologia, o analista de testes é um profissional de Tecnologia da Informação. Portanto, é recomendável a graduação em algum desses cursos, tais como:

 

  • Sistemas de Informação;
  • Ciência da Computação;
  • Engenharia da Computação; 

 

Em todos eles, o estudante vai estudar disciplinas que se relacionam ao desenvolvimento de softwares e testes de dispositivos. Para maior valorização profissional e especialização, ele pode ingressar depois em cursos de pós-graduação específicos para a atividade. 

Quais as características que um tester deve ter?

Como observado pela descrição de tarefas e responsabilidades, é primordial que esse profissional tenha bastante atenção e persistência. Às vezes, o processo de execução de testes tem de ser repetido muitas vezes até que a falha possa ser entendida como padrão e comunicada. 

 

Também é positivo que o analista de testes tenha um perfil observador e curioso, que seja uma pessoa criativa e aberta à inovação e que preze pela qualidade final do produto. 

 

Atualmente, há uma grande integração dos chamados métodos ágeis no escopo de desenvolvimento de softwares. Portanto, outra característica positiva é ter familiaridade com essa metodologia, de modo a se tornar parte integrante do próprio processo de desenvolvimento. 

Qual a média salarial de um tester?

Segundo estimativas do site Glassdoor, que recebe informações sigilosas de funcionários de empresas sobre seus salários, a média salarial de um Tester no Brasil é R$ 3.000,00. Contudo, é possível encontrar salários mais altos dentro da categoria.

 

No próprio artigo do site, é listado que, em algumas empresas, o salário ultrapassa R$ 4 mil e pode chegar a até R$ 7 ou R$ 8 mil reais. Tudo vai depender da responsabilidade do cargo e tempo de experiência na função.

Como está a oferta de vagas para tester no Brasil?

Assim como todas as profissões relacionadas ao mercado de tecnologia e TI, há um crescimento na oferta de vagas para essa função. 

 

Em pesquisa realizada na plataforma de empregos LinkedIn, foram verificadas mais de 540 vagas em aberto para a função, em diferentes partes do Brasil. Já em outro site de empregos, havia quase 100 vagas disponíveis.

 

O estado de São Paulo é o que mais oferece vagas, seja na capital ou em cidades do interior. No entanto, é possível encontrar posições nas capitais Rio de Janeiro e Belo Horizonte, assim como na região Sul, Brasília e algumas cidades do Norte, Nordeste e Centro-Oeste. 

 

Portanto, se você tem interesse na profissão ou já tem qualificação para tal, saiba que é uma área que está aquecida e deve permanecer assim nos próximos anos.



Vagas de Ti


Sobre o autor

Gisele Mendes - Marketing - Divulga Vagas
Gisele Mendes

Marketing - Divulga Vagas
 www.divulgavagas.com.br




Scroll to Top

PUBLICIDADE