Técnicos de enfermagem: vagas e salários

COMPARTILHE!
Técnicos de enfermagem: vagas e salários



O que veremos neste artigo

Você sabe o que fazem os técnicos de enfermagem? Estes profissionais da área da saúde têm uma atuação importante dentro da estrutura de cuidado aos pacientes.

Você sabe o que fazem os técnicos de enfermagem? Estes profissionais da área da saúde têm uma atuação importante dentro da estrutura de cuidado aos pacientes. Entenda melhor como é o mercado de trabalho para essa carreira.

O que é um técnico de enfermagem?

É um profissional que cuida dos pacientes internados e oferece auxílio à equipe de enfermagem. Sua atuação exerce um papel fundamental na operação de toda e qualquer unidade de saúde ou ambiente hospitalar.

 

Isso porque além de atuar de forma direta no atendimento aos pacientes, ele também realiza funções de prevenção e manutenção da saúde. 

 

Este profissional pode cuidar de pacientes que estejam tanto em situações de média quanto de alta complexidade. Por exemplo, é ele quem trata pacientes que estão em estado de pré e pós operatório, assim como cuida das condições de higiene em uma sala de cirurgia. 

Quais são as principais atribuições dos técnicos de enfermagem?

De modo geral, a principal responsabilidade dos técnicos de enfermagem é oferecer auxílio aos enfermeiros. No entanto, existem outras funções as quais eles estão aptos a exercer. Veja alguns exemplos abaixo.

Administrar medicamentos

Podem controlar e orientar pacientes sobre os medicamentos que foram prescritos pelo médico, e além disso, podem fazer aplicação de medicamentos de forma intravenosa. 

Assistência aos médicos plantonistas

Em unidades de pronto-atendimento, os técnicos de enfermagem podem prestar assistência aos médicos plantonistas, ao realizar a triagem dos pacientes. 

 

Assim, eles podem aferir a pressão arterial, fazer a medição de altura e pesagem dos pacientes e estabelecer o grau de urgência e ordem de prioridade do atendimento médico. 

 

São aptos também a prestar atendimentos de primeiros socorros a pacientes, em casos de mal súbitos e acidentes. 

Coleta de materiais para realização de exames

Os técnicos de enfermagem podem se responsabilizar pela coleta de diferentes materiais para exames, como sangue, urina e saliva. Nesse caso, ele também cuida da identificação, armazenamento e encaminhamento dos materiais para os profissionais do laboratório. 

Cuidados de pré e pós-operatório

Os técnicos de enfermagem prestam suporte à pacientes que estejam em estado de pré e pós operatório, como troca de curativos, ajudar o paciente em atividades básicas e fazer a limpeza do ambiente cirúrgico.

Preparação de instrumentos e equipamentos hospitalares

Outra função dos técnicos de enfermagem é a preparação de instrumentos cirúrgicos e equipamentos hospitalares, como seringas e bisturis. Eles devem realizar a desinfecção e esterilização desses itens, para que possam ser usados em segurança. 

Aplicação de vacinas

Os técnicos de enfermagem também estão aptos a aplicar vacinas nos pacientes. 

Como faz para se tornar um técnico de enfermagem?

O profissional que deseja se tornar um técnico de enfermagem deve ter ensino médio completo (ou cursar de forma concomitante) e concluir o curso técnico de Enfermagem, que tem duração de 2 anos.

 

No curso, o estudante do Técnico de Enfermagem estuda muitas disciplinas teóricas e práticas relacionadas à área da saúde, como Anatomia, Farmacologia, Microbiologia, Bioética, Fundamentos da Enfermagem e questões relativas à saúde coletiva, das crianças e adolescentes, da mulher, do idoso, dentre outros tópicos.

 

Para se formar, o estudante deve concluir um estágio obrigatório. Finalizadas essas etapas, ele deve se registrar no Conselho de Enfermagem do seu estado de atuação.

Quais são as modalidades do curso Técnico em Enfermagem?

O formato presencial é o mais convencional. Contudo, nos últimos anos, a modalidade de Ensino à Distância se tornou mais popular para os interessados nessa carreira. 

 

No curso de Técnico em Enfermagem EaD, o estudante interage com os colegas de classe, professores e tutores através de plataformas digitais. Nessa plataforma ele vai assistir aulas, acompanhar os fóruns de discussão e ter acesso à leituras e material didático. 

 

Será necessário comparecer no polo físico em determinados momentos, para a realização de provas, apresentação de trabalhos ou para cursar disciplinas específicas. 

 

Uma das grandes vantagens da modalidade EaD é a flexibilidade para o estudo, que pode ser feito de qualquer lugar e em qualquer horário, e também os custos menores tanto em relação às mensalidades quanto em relação às despesas de manutenção dos estudos. 

 

Muitas pessoas ainda preferem a modalidade presencial por sentirem falta do contato direto com professores e colegas de turma, além de identificarem que conseguem focar melhor. Em ambas as modalidades, é necessária a realização do estágio obrigatório. 

Qual a diferença entre enfermeiro, técnico e auxiliar de enfermagem?

A principal diferença entre essas profissões é no quesito da qualificação de cada uma e da remuneração. O auxiliar de enfermagem precisa ter concluído o ensino médio, no entanto, o curso dura em média 1 ano, ou seja, é uma duração inferior ao curso técnico de enfermagem. 

 

Já o enfermeiro é o profissional formado no curso de ensino superior em Enfermagem, que tem duração média de cinco anos e é oferecido no grau de bacharelado. 

 

Estes profissionais podem atuar em maternidades, clínicas, consultórios médicos, casas de repouso, unidades básicas de saúde, instituições de ressocialização e ONGs. Contudo, a sua atuação sempre deve ser supervisionada por um enfermeiro de nível superior. 

 

Como é o mercado de trabalho dos técnicos de enfermagem?

O mercado de trabalho na saúde é uma área bastante interessante para quem deseja uma profissão que não sofra com crises. Isso porque essas profissões são funções essenciais, logo costumam se manter aquecidas mesmo em cenários de desemprego.

 

Segundo pesquisa realizada sobre o Perfil da Enfermagem no Brasil, atualmente, existe uma demanda maior para técnicos de enfermagem do que para enfermeiros de nível superior. 

 

Assim, o estudo concluiu que 80% das vagas do setor são ocupadas por pessoas com qualificação técnica, enquanto somente 20% são ocupadas por pessoas com nível superior em enfermagem.

 

A demanda constante pode ser verificada em uma uma consulta rápida nos principais portais de emprego. Em um deles, apareceram mais de 1000 resultados relacionados à função. Em outros dois, os resultados somados superam 4000 ofertas de vagas de empregos. 

Onde o profissional pode trabalhar?

O campo de atuação dos técnicos de enfermagem é bastante amplo, de modo que eles não se restringem aos hospitais e centros cirúrgicos.

Qual é o salário médio dos técnicos de enfermagem no Brasil?

O piso salarial para os técnicos de enfermagem brasileiros é de R$ 1874,00. No entanto, esses valores podem variar um pouco para cima ou para baixo, conforme o estado de atuação. Além disso, a contratação com carteira assinada costuma incluir outros benefícios. 

 

Atualmente, os estados da federação que oferecem melhor remuneração aos técnicos de enfermagem são Amapá. Distrito Federal, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo. 

 

Agora que você já conhece a profissão de técnico de enfermagem e o seu cenário atual, pode avaliar se essa carreira é interessante ou não para você!



Vagas de Técnicos de enfermagem


Sobre o autor

Gisele Mendes - Marketing - Divulga Vagas
Gisele Mendes

Marketing - Divulga Vagas
 www.divulgavagas.com.br




Scroll to Top

PUBLICIDADE