Operadores de empilhadeira: o que faz, salário e vagas

COMPARTILHE!
Operadores de empilhadeira: o que faz, salário e vagas



O que veremos neste artigo

Você sabe quais são as atribuições dos operadores de empilhadeira?

Você sabe quais são as atribuições dos operadores de empilhadeira? Entenda melhor quais são as características dessa profissão, a qualificação necessária e como é a média salarial e mercado de trabalho para a função. 

O que são os operadores de empilhadeira?

Esses profissionais são aqueles encarregados de realizar o transporte, o armazenamento e a movimentação de cargas. Para a execução desse serviço, é necessário qualificação específica e experiência na função.

Quais são as principais atribuições dos operadores de empilhadeira?

De modo geral, a principal atribuição desse profissional é cuidar do transporte de materiais e produtos. Isso porque a empilhadeira é um veículo cujo propósito é o levantamento e locomoção de cargas em distâncias curtas.

 

Contudo, a movimentação das cargas não pode ser feita de maneira uniforme. Cada tipo de carga demanda um tipo de transporte específico. 

 

Por isso, é necessário que o operador de empilhadeira tenha profundo conhecimento técnico sobre a função. Há três tipos principais de cargas: 

 

  • Embaladas;
  • Diversas;
  • Especiais.

 

Cada uma delas deve ser transportada em um recipiente específico. No caso das cargas especiais, ainda é necessário uma atenção e cuidado maiores no manuseio e sinalização porque muitas vezes os itens podem ser produtos perigosos. 

 

Em relação à movimentação de cargas, ela pode ser feita com cargas embaladas, cargas que usam pallets ou containers.

Principais funções e responsabilidades dos operadores de empilhadeira

Ainda que pilotar a empilhadeira seja a sua principal atribuição, o trabalho desse profissional envolve também outras funções, que são igualmente importantes dentro da logística das empresas.

 

Uma delas é o estudo do espaço de armazenamento e estoque da organização. Assim, a acomodação dos produtos e objetos é feita de forma mais assertiva e rápida. Por isso, ter uma visão cirúrgica ajuda a se destacar no exercício da função. 

 

O mesmo ocorre em relação à própria organização do estoque. Afinal, é importante identificar cada um deles de acordo com sua característica e tempo de armazenamento, de modo a facilitar o processo de entradas e saídas dos produtos.

 

Dirigir a empilhadeira, por si só, já é uma função que exige imensa atenção e responsabilidade. É por conta dessas questões de segurança que é primordial a realização de cursos de qualificação para trabalhar na área. 

 

O operador de empilhadeira está sujeito a diversos riscos, como colisão, atropelamento de pessoas e tombamento de cargas ou da própria máquina. É essencial que todas as precauções e medidas de segurança do trabalho sejam adotadas no dia a dia. 

Quais são os requisitos necessários para atuar como operador de empilhadeira?

Por conta das exigências e características da função, não são todas as pessoas que estão aptas a exercer o cargo de operador de empilhadeira. É necessário que elas cumpram os requisitos abaixo:

 

  • Ter mais de 18 anos de idade;
  • Ter realizado curso específico de qualificação;
  • Ser uma pessoa cautelosa, com proatividade e atenção.

 

Ter interesse por máquinas também é um requisito relevante porque o trabalho da pessoa vai envolver diretamente o manuseio desses equipamentos.

A legislação brasileira exige a CNH dos operadores de empilhadeira?

Ao contrário do que muitos pensam, não é obrigatório possuir Carteira Nacional de Habilitação para dirigir e operar empilhadeiras. 

 

Segundo a NR 11, é necessário apenas que “o operador receba treinamento específico, que o habilitará na função.” No entanto, é comum que as empresas contratantes solicitem o documento como uma exigência para a contratação.

 

Então, não se trata de uma exigência da legislação brasileira e sim de uma opção recorrente das companhias que contratam os trabalhadores. 

 

Por isso, o trabalhador que possui uma CNH ativa, de no mínimo categoria B, pode ter mais chances de ser contratado do que outros que não possuem. 

Como é a qualificação necessária?

Os cursos de formação de operadores de empilhadeira são treinamentos específicos que habilitam a pessoa a operar esse tipo de máquina. 

 

Através do curso, o aluno consegue aprender diferentes tipos de técnicas para operar empilhadeiras, além de realizar simulações de carregamentos e movimentação de carga.

Geralmente, o curso é composto por uma parte de aulas teóricas e outra parte de práticas. 

 

Dentre o conteúdo programático teórico, o aluno aprende sobre legislação trabalhista, funcionamento da máquina, tipos de movimentações e conhecimentos de segurança do trabalho. 

 

Já nas aulas práticas, o aluno desenvolve as habilidades necessárias para manusear a empilhadeira de forma correta, de modo a adquirir uma noção real sobre a movimentação de produtos e materiais em segurança.

 

Alguns exemplos de instituições de ensino que oferecem cursos de qualificação para operadores de empilhadeira são o SEST/SENAT e o SENAI. 

Como é o mercado de trabalho dos operadores de empilhadeira?

No início da carreira, é comum que o profissional atue como operador de pequeno porte. Então, conforme ele adquire mais experiência, pode progredir na função e se tornar operador de empilhadeira de grande porte. 

 

É recorrente no processo de contratação que as empresas realizem testes práticos com o operador. Portanto, quanto mais experiência o profissional apresentar, maiores serão as chances dele ser contratado.

 

Segundo pesquisas realizadas por um portal de empregos, os setores que mais contratam operadores de empilhadeira são: 

 

  • Indústria de cosméticos;
  • Equipamentos industriais;
  • Indústria automotiva;
  • Metalúrgica/Siderúrgica.

 

Além deles, os setores de comércio atacadista e varejo, construção civil, empresas de logística, distribuidoras e portos são outros segmentos que necessitam de mão de obra constante nessa função.

Qual é a média salarial dos operadores de empilhadeira no Brasil?

De acordo com os dados do CAGED, do Ministério do Trabalho e Emprego, a média salarial dos operadores de empilhadeira no Brasil é de R$ 1751,00. Isso para jornadas de trabalho de 44 horas semanais em regime CLT.

 

O teto salarial da função, no entanto, pode chegar a R$ 2661,00. Importante pontuar que há variação salarial entre os estados da federação. 

 

Outra questão que pode influenciar no salário é o tipo de carga que o operador transporta. Portanto, profissionais que carregam cargas inflamáveis ou perigosas tendem a receber mais. 

 

Se somarmos os adicionais de insalubridade e periculosidade, com os outros benefícios previstos em lei (como vale transporte e vale alimentação), o salário de um operador de empilhadeira experiente pode ultrapassar os R$ 3 mil mensais.

 

Com o crescimento cada vez maior do comércio atacadista e a expansão das vendas do varejo, a tendência é que a demanda por operadores de empilhadeira siga em expansão no Brasil.



Vagas na Produção e Logística


Sobre o autor

Gisele Mendes - Marketing - Divulga Vagas
Gisele Mendes

Marketing - Divulga Vagas
 www.divulgavagas.com.br




Scroll to Top

PUBLICIDADE