O que faz um radiologista?

COMPARTILHE!
O que faz um radiologista?



O que veremos neste artigo

Você sabe o que faz um radiologista? Muitas pessoas têm dúvidas sobre como ele trabalha, portanto, acompanhe esse artigo até o final

Você sabe o que faz um radiologista? Muitas pessoas têm dúvidas sobre como ele trabalha, portanto, acompanhe esse artigo até o final para entender mais sobre essa carreira e quais as oportunidades de trabalho que ela oferece.

O que faz um radiologista?

O radiologista é o profissional especializado em realizar diagnósticos e análises a partir de imagens que são geradas por aparelhos que funcionam a partir do uso de radiação. É possível atuar na área como técnico ou como médico.

Qual a diferença entre médico radiologista x técnico radiologista?

É importante compreender as particularidades de cada uma das atuações porque elas podem apresentar diferenças, ainda que estejam dentro da mesma área. 

 

O médico radiologista é o profissional que se forma em medicina e escolhe a área de radiologia como tema de especialização. Assim, é uma área bastante interessante para quem gosta de medicina investigativa e da parte de diagnósticos.

 

Isso porque o trabalho consiste muito em analisar dados de exames obtidos através de exames de raios-X, ressonâncias magnéticas, ultrassonografias e tomografias computadorizadas. 

 

Já os técnicos e tecnólogos em radiologia costumam trabalhar mais na operação dos aparelhos e instrumentos de radiologia. Então, essa é a sua principal função.

 

Eles possuem todo o conhecimento necessário para manusear esses equipamentos, de modo a atender os importantes requisitos de segurança.

 

A sua atuação também é mais abrangente visto que, além do ambiente hospitalar e clínico, eles podem atuar no setor de logística e transporte e em algumas indústrias. 

Quais são as principais responsabilidades de um radiologista no dia a dia?

O dia a dia de trabalho de um radiologista é mais dinâmico do que podemos imaginar. Veja quais são suas principais atribuições e responsabilidades do radiologista que atua no segmento da saúde, que é o mais comum na área.

Preparação dos pacientes

O radiologista lida diretamente com o preparo dos pacientes para os exames. Portanto, é essencial ter boas habilidades e sensibilidade para que possa comunicar os resultados médicos com precaução e responsabilidade. 

Instruções sobre os exames

Os aparelhos que emitem radiação, se manejados de forma inadequada, podem causar graves danos à saúde. Por isso, uma das principais atribuições do radiologista é informar os pacientes sobre as precauções necessárias.

 

Assim, informar as instruções é um procedimento obrigatório e fundamental para a realização de exames. Além disso, é crucial seguir todas as regras para uso dos aparelhos.

Execução dos exames de radiografia

Uma atividade bem frequente executada pelos radiologistas de nível técnico é a própria execução dos exames de radiografia, como raio-X. É necessário operar o aparelho conforme a necessidade de averiguação solicitada pelo médico na prescrição do exame.

Manuseio dos materiais e organização da sala de exames

Ao mesmo tempo, é essencial que o radiologista saiba manusear e descartar, de forma correta, todos os materiais relacionados aos exames. 

 

Isso implica também na organização da sala de exames, assim como do controle verbal da ordem dos pacientes e transmissão das orientações necessárias para cada procedimento. 

Acompanhamento de radioterapia

Uma função muito importante desempenhada pelos radiologistas é acompanhar e orientar os indivíduos submetidos a processos de radioterapia. Esse tratamento é muito comum nas pessoas que estão com câncer. 

Como se tornar um radiologista?

Conforme vimos acima, há duas possibilidades de especialização em radiologia. O profissional tanto pode realizar curso técnico ou tecnológico em Radiologia ou cursar Medicina, e posteriormente, fazer especialização na área. 

 

No caso da formação técnica, atualmente, é possível realizá-la nas modalidades presencial, semipresencial ou EaD. O tempo de duração da formação pode variar de alguns meses até dois anos. 

 

A formação tecnológica possui grau de curso superior. Por isso, sua duração média é de pelo menos quatro semestres. Também pode ser realizado de forma presencial ou à distância. 

 

As duas opções são ótimas para quem tem interesse em radiologia e deseja ingressar de forma mais rápida no mercado de trabalho.

 

Especialmente porque a formação como médico radiologista implica a conclusão do bacharelado em Medicina, que dura geralmente seis anos, mais a especialização, que costuma gerar dois. 

 

Então, são 8 anos de formação ao todo, o que implica um longo tempo de estudo. O curso de Medicina só pode ser cursado de modo presencial. 

Onde um radiologista pode trabalhar?

De modo geral, o ambiente clínico, hospitalar e de centros de saúde são os principais locais de trabalho do radiologista. No caso do médico radiologista, sua atuação será necessariamente nesses espaços ou em laboratórios.

 

No entanto, as pessoas com formação técnica ou tecnológica em radiologia têm mais possibilidades de atuação no mercado de trabalho.

 

Isso porque elas são fundamentais em espaços aduaneiros, por exemplo, como portos e aeroportos, para checagem e vistoria de cargas e bagagens de passageiros.

 

Além disso, setores da indústria como produção de medicamentos, cosméticos e alimentos, também necessitam do profissional para realizar inspeções. 

 

Qual a média salarial de um radiologista?

O nível de qualificação profissional influencia muito no salário do radiologista. Assim, profissionais com nível técnico têm salário inicial em torno de R$ 1200 a R$ 1700 e com tempo de experiência, podem receber entre R$ 2300 e R$ 2700.

 

Já o profissional com curso de tecnólogo possui salário inicial em torno de R$ 1200 a R$ 2 mil e pode ter ganhos superiores a R$ 3 e R$ 4 mil reais conforme seu tempo de experiência.

 

No caso do médico radiologista, o tempo de estudo acaba compensando no quesito salário.

Em seus primeiros anos de trabalho, ele tem ganhos em torno de R$ 4 a R$ 5 mil reais. Com a vivência profissional ao longo dos anos, pode chegar a receber um salário superior a R$ 10 mil.  

Vagas e mercado de trabalho

Segundo um levantamento recente, a demanda por profissionais com especialização em radiologia (em todos os níveis), aumentou de forma significativa desde a pandemia de coronavírus.

 

Um fator que colabora para esse crescimento é que é uma área muito conectada à tecnologia. Portanto, o avanço da telerradiologia e da digitalização de processos de imagem também impulsiona a demanda por postos de trabalho.

 

Verificamos alguns portais de emprego e em todos eles, havia mais de 30 vagas disponíveis na profissão. Em um deles, havia mais de 50 anúncios de vagas.

 

Portanto, se você tem vontade de se tornar radiologista, saiba que essa é uma profissão com demanda constante e boa remuneração, especialmente com mais tempo de experiência.



Vagas de Radiologista


Sobre o autor

Gisele Mendes - Marketing - Divulga Vagas
Gisele Mendes

Marketing - Divulga Vagas
 www.divulgavagas.com.br




Scroll to Top

PUBLICIDADE