Marketing Pessoal

COMPARTILHE!
Marketing Pessoal



O que veremos neste artigo

É um conjunto de estratégia em prol de se estabelecer uma conduta que deve ser internalizada para gerar uma percepção positiva.

Não quer dizer mentir sobre quem você é, mas fazer o gerenciamento para que seus pontos fortes sejam destacados.

Com o mercado de trabalho cada vez mais competitivo e seletivo, desenvolver um plano de marketing pessoal é um diferencial, tanto para divulgar um trabalho, construir autoridade, alavancar sua carreira.

Assista o vídeo para entender um pouco mais sobre Marketing Digital:

 

 

Plano de Marketing Pessoal

(Extraído do curso de MKT Pessoal do Senac)

 Para dar início a esse processo, é fundamental analisar alguns pontos.

  1. Comece pensando em quem você é.
  2. Depois, pense sobre os pontos fortes e fracos da sua personalidade. Procure dar foco às suas características mais marcantes, como alegria, bom humor, bom senso, facilidade de comunicação. Com o passar do tempo, essas serão suas marcas pessoais.
  3. Você sabe o que as pessoas dizem sobre você? Como é sua imagem diante dos outros?
  4. Sobre as suas reações, você sabe trabalhar sob pressão? Consegue atingir metas? Como administra conflitos? Sabe trabalhar em equipe? Consegue seguir ordens? Como você se relaciona com as outras pessoas?
  5. E agora, em que nível estão sua autoestima, sua motivação, seu humor, sua criatividade e sua sensibilidade?
  6. Você se considera um profissional proativo ou reativo?

MUITO BEM! O PRÓXIMO PASSO É PENSAR SOBRE ESTAS QUESTÕES:

* Onde Atuarei?

* Como realizo a comunicação interpessoal?

* Como meu currículo está construído?

 

É importante se colocar no lugar do outro e tentar entender de que maneira a informação está chegando a ele.

Observe as dicas que selecionamos do Portal RH para aprimorar sua comunicação interpessoal e, consequentemente, facilitar seu convívio com os seus colegas:

PROCURE TROCAR ALGO ALÉM DE PALAVRAS.

BUSQUE APRENDER COM SEUS INTERLOCUTORES.

COLOQUE VELHOS PARADIGMAS EM PERSPECTIVA.

ESTIMULE O COMPARTILHAMENTO.

INCENTIVE O NETWORKING.

O CORPO FALA. FIQUE ATENTO AO GESTUAL.

UTILIZE A COMUNICAÇÃO INTERPESSOAL PARA RESOLVER CONFLITOS.

MELHORE O SEU DESEMPENHO.

PROMOVA O AUTOCONHECIMENTO.

 

LINGUAGEM CORPORAL NO TRABALHO

A seguir, veja quais são as piores gafes corporais e o que podemos fazer para evitá-las.

  1. Não fique sentado “largado” na cadeira.
  2. Se estiver cansado, tome um café, dê uma rápida caminhada e deixe para se espreguiçar no banheiro. Mostrar-se cansado é uma das piores gafes.
  3. Estalar os dedos? É melhor nunca fazê-lo.
  4. Se uma das suas unhas quebrar, vá até o banheiro e a lixe.
  5. Apoiar o queixo sobre a mão demonstra cansaço. Evite fazê-lo.
  6. Mantenha seu corpo ereto, mas sem exageros. Pessoas com ombros para frente demonstram estar cansadas.

 

Agora, veja o que alguns movimentos e gestos podem dizer sobre você:

  1. Levantar a cabeça sinaliza interesse e o desejo de ouvir as opiniões dos outros.
  2. Inclinar-se para a frente diz “diga-me mais, estou interessado”.
  3. Colocar as mãos dobradas no colo ou sobre o estômago parece ser um gesto de proteção.
  4. Mãos colocadas sobre a mesa podem significar “vamos direto ao assunto”.

AGORA VAMOS PRATICAR O MARKETING PESSOAL, QUE TAL CRIAR O SEU?

Para fazer o planejamento da sua estratégia de marketing pessoal, seja a nível pessoal ou profissional, deve responder às seguintes questões:

  • Em que fase da sua vida se encontra?
  • Qual a sua missão, visão, valores e política pessoal?
  • Quais as suas competências?
  • Quais os seus pontos fortes e pontos fracos?
  • Quais as suas forças e fraquezas?
  • Que imagem sua passa para o exterior?
  • Que impacto tem nas outras pessoas?
  • Consegue ter a percepção do que os outros pensam de si?
  • Quais as oportunidades e ameaças no seu mercado?
  • O que há de novo na sua área profissional e no seu ramo de atividade?
  • O que faz para se manter competitivo?
  • Quais os seus objetivos?
  • Que estratégias pretende levar a cabo para alcançar os seus objetivos?

No final não se esqueça que todas as etapas para elaboração do plano, bem como o acompanhamento dos objetivos podem (e devem) ser revistas e redirecionadas periodicamente, a fim de se ajustarem a novas situações. Os seus objetivos, no entanto, devem ser possíveis de atingir, de outra forma podem acabar por desmotiva-lo. E é essencial terem um período de tempo definido.

Faça ainda um controlo periódico dos resultados de forma a poder redirecionar as suas metas antecipadamente de forma a atingir os seus objetivos. No final de todo este processo, a ideia é que se sinta realizado (profissional ou pessoalmente ou em ambos os casos).



Sobre o autor

Gisele Mendes - Marketing - Divulga Vagas
Gisele Mendes

Marketing - Divulga Vagas
 www.divulgavagas.com.br




Scroll to Top

PUBLICIDADE