Farmacêutico: o que faz, remuneração e caminho profissional

COMPARTILHE!
Farmacêutico: o que faz, remuneração e caminho profissional



O que veremos neste artigo

Você sabe o que faz um farmacêutico? Quais são as principais atribuições desse profissional no dia a dia

Você sabe o que faz um farmacêutico? Quais são as principais atribuições desse profissional no dia a dia? Veja quais são as possibilidades de construção de caminho profissional e a sua remuneração média no Brasil neste artigo!

O que faz um farmacêutico?

É um profissional especializado em medicamentos e fármacos. Ele pode trabalhar em diferentes etapas, como desenvolvimento de medicamentos, produção, análise, manipulação e administração de colaterais.

Uma das funções mais comuns de um farmacêutico é a prescrição de medicamentos e outros tipos de produtos que apresentam finalidade terapêutica e não necessitam de prescrição médica. No entanto, sua atuação não se restringe ao ambiente das farmácias e drogarias.

A indústria de cosméticos, por exemplo, é uma área que está em ascensão e que recorre bastante ao trabalho dos profissionais de farmácia. 

Quais são as principais responsabilidades e atribuições de um farmacêutico? 

As principais responsabilidades e atribuições do profissional da área de farmácia vão variar bastante, a depender de qual a sua área de atuação. Veja abaixo quais são as atribuições mais comuns desempenhadas por esses profissionais.

Orientações, conferências e verificação de prescrição de medicamentos

Com certeza, essa é a função mais conhecida dos farmacêuticos porque as pessoas estão acostumadas a lidar com eles quando vão a farmácias e drogarias. 

Nessa função, eles são responsáveis pela conferência de prescrições médicas, orientar pacientes sobre uso de medicamentos, fornecer informações e tirar dúvidas sobre efeitos colaterais. 

É comum também que eles ofereçam aconselhamento farmacêutico, que seria uma orientação mais personalizada, de acordo com as necessidades de uso de medicamentos de cada paciente.

Farmácia Hospitalar

Em hospitais, os farmacêuticos têm uma responsabilidade bem importante que é a gestão dos medicamentos utilizados pelos pacientes. 

Nesse contexto, eles trabalham de forma colaborativa e integrada com outros profissionais como médicos e enfermeiros, a fim de otimizar tratamentos e preparar medicamentos para serem administrados nos pacientes. 

Farmacovigilância

Os profissionais que atuam nesta área são responsáveis pela detecção, avaliação e prevenção de efeitos colaterais e adversos em medicamentos. Após as análises, eles devem relatar os resultados às agências reguladoras.

Regulamentação

Farmacêuticos também são responsáveis pelas solicitações de registros de novos medicamentos, verificando sua eficácia e assegurando que eles atendam aos padrões de vigilância e qualidade. 

Pesquisa

Trabalham com o desenvolvimento de novos fármacos, desde a sua fase de testes até os ensaios clínicos e condução de pesquisas sobre a eficácia e segurança de medicamentos. 

Gestão de estoque

Tanto em hospitais quanto em farmácias, uma das funções recorrentes dos farmacêuticos é realizar a gestão e controle de estoque de medicamentos. 

Eles devem estar atentos à oferta de cada um e solicitar as reposições conforme a demanda. Além disso, eles supervisionam o armazenamento correto desses itens. 

Trabalhos educativos

Farmacêuticos podem se envolver com atividades educativas, como palestras, workshops ou desenvolvimento de materiais informativos sobre saúde e medicamentos em geral. 

Qual é a formação universitária de um Farmacêutico?

Para se formar na área, é preciso ingressar no curso de graduação em Farmácia. Durante a graduação, o estudante adquire conhecimentos nas áreas de Medicina, Química, Física e Botânica. 

O curso de Farmácia também habilita os futuros profissionais com outros conhecimentos, como controle de qualidade, farmacoterapia, farmacovigilância, pesquisa e produção. 

Para atuar profissionalmente, é necessário que o estudante faça a sua graduação em um curso reconhecido pelo MEC, de modo a estar apto a se registrar no conselho profissional do seu estado de atuação. 

Após a graduação, o Farmacêutico também pode realizar pós-graduações para se especializar em determinados segmentos de atuação. 

Como é o caminho profissional de um farmacêutico?

Um farmacêutico pode desenvolver carreira em campos profissionais diversos, seja no setor público, no setor privado ou até mesmo ingressar na carreira militar.

Nos setores públicos, os principais locais de trabalho serão hospitais, clínicas e centros de saúde, agências de vigilância sanitária, institutos de pesquisa e universidades.

Já no setor privado, os principais locais são indústrias, farmácias, laboratórios e distribuidoras. As possibilidades de desenvolvimento de caminho profissional para o farmacêutico são muitas. Veja alguns exemplos a seguir.

Farmácias comunitárias e drogarias

Sua atuação reside na orientação de pacientes sobre o uso de medicamentos e atesta a autenticidade das receitas, além de tirar dúvidas gerais e fornecer orientações sobre dosagens e possíveis efeitos adversos . 

Farmácia hospitalar

Trabalha com toda a logística de seleção, solicitação, distribuição e condições de armazenamento de medicamentos e fármacos em ambientes hospitalares. 

Indústria farmacêutica

Pode trabalhar em qualquer uma das etapas de produção de fármacos, como desenvolvimento de patentes, produção em série, registros e controle de qualidade. O farmacêutico pode se dedicar mais à pesquisa ou ao segmento de regulação e vigilância. 

Indústria de cosméticos

Pesquisa e desenvolvimento de patentes, inspeção, qualidade e realização de testes de eficácia. 

Farmácia de manipulação

Um dos segmentos em expansão no Brasil, trata da preparação personalizada de medicamentos. Também pode desenvolver fórmulas terapêuticas próprias. 

Saúde pública

O farmacêutico pode construir carreira no setor de saúde pública e coletiva, atuando no planejamento e gestão de políticas de saúde. 

Pesquisa científica e ensino acadêmico

Outra possibilidade bastante interessante de caminho profissional para o farmacêutico é a sua atuação como pesquisador científico, a partir da realização de mestrado e doutorado na área. A partir dessas qualificações, o farmacêutico pode se tornar professor acadêmico.  

Qual é a remuneração média de um farmacêutico no Brasil?

No Brasil, o piso salarial dos farmacêuticos é de cerca de R$ 3.390,00, enquanto que o teto salarial médio chega a R$ 5.380,00. Contudo, alguns cargos exercidos por profissionais formados em Farmácia podem ter remunerações inferiores ou superiores ao teto. Veja abaixo:

  • Supervisor de Farmácia: R$ 2.950,00;

  • Farmacêutico hospitalar: R$ 3.000,00;

  • Farmacêutico industrial: de R$ 2.600,00 a R$ 8.000,00;

  • Farmacêutico bioquímico: R$ 2.800,00;

  • Farmacêutico de Alimentos: R$ 4.700,00;

  • Farmacêutico Analista Clínico: R$ 5.700,00;

  • Farmacêutico em Saúde Pública: R$ 7.400,00;

  • Farmacêutico Toxicologista: R$ 10.400,00.

Fatores como o tempo de experiência e o nível de especialização do profissional também costumam afetar o valor médio de remuneração dos profissionais. 

Se interessa pela profissão de Farmacêutico? Gostou de saber mais informações a respeito neste artigo? Então, siga buscando mais referências sobre esse profissional e suas possibilidades de carreira. 



Vagas de farmacêutico


Sobre o autor

Gisele Mendes - Marketing - Divulga Vagas
Gisele Mendes

Marketing - Divulga Vagas
 www.divulgavagas.com.br




Scroll to Top