close

Empregos no ES

COMPARTILHE!
Empregos no ES

O que veremos neste artigo

Você sabe quais são as melhores oportunidades de empregos no ES?

Você sabe quais são as melhores oportunidades de empregos no ES? Esse estado da região Sudeste tem uma forte característica agropecuária. No entanto, há outras atividades econômicas que também oferecem postos de trabalho de forma recorrente.

Espírito Santo, estado do lema ‘Trabalha e Confia’

A colonização do estado do Espírito Santo pelos portugueses começou no ano de 1535, na região da Prainha. Ali começou a construção do primeiro povoado, a Vila do Espírito Santo, que deu origem ao posterior nome do território.

O estado capixaba tem uma extensa faixa litorânea do oceano Atlântico e é a quarta menor unidade federativa do Brasil. Uma curiosidade é que é o município de Serra, e não a capital Vitória, que abriga a maior população do estado.

Atualmente, a população do Espírito Santo supera os 4 milhões de habitantes. Sua participação no PIB nacional é de R$ 138 bilhões, o que faz dele o 14º maior estado em contribuição.

Os 10 maiores municípios do Espírito Santo, por grandeza populacional, são: Serra, Vila Velha, Cariacica, Vitória, Cachoeiro de Itapemirim, Linhares, São Mateus, Guarapari, Colatina e Aracruz. Assim, as principais ofertas de empregos no ES se concentram nessas cidades. 

Como é o custo de vida no Espírito Santo?

A região de Grande Vitória, como é chamada a região metropolitana do estado, foi um dos lugares com maior média acumulada de inflação do país. Por essa razão, o custo de vida na região se tornou o segundo maior do Brasil, também acima da média nacional.

Os gastos que apresentaram maior variação de preços para cima foram transportes, habitação, alimentos e bebidas e gastos com saúde e educação. As tarifas de luz, água e gás são outros custos que tiveram aumento expressivo.

Quem deseja procurar empregos no ES deve levar esses dados em consideração porque o custo de vida impacta de forma direta o padrão e qualidade de vida do indivíduo. 

O preço da cesta básica em Vitória está entre os cinco mais caros do país. A região metropolitana não tem integração de metrôs ou trens, por isso, os principais meios de locomoção são os ônibus municipais e intermunicipais e os serviços de táxi e Uber. 

Duas coisas que facilitam o deslocamento é que as distâncias são mais curtas em comparação com outras regiões metropolitanas. Ainda há uma integração entre as passagens de ônibus, de modo que é possível ir de um terminal a outro pagando apenas uma tarifa. 

A ilha de Vitória concentra as principais opções de lazer ao ar livre, com muitas praias e parques à disposição de seus habitantes. Há ainda opções de diversão paga, como cinemas, teatros, shows, casas noturnas e shoppings. 

Quais são as principais atividades econômicas do estado do Espírito Santo? 

As áreas que obtêm maior participação econômica no estado capixaba são a agricultura, a pecuária e as atividades de mineração. 

As principais culturas agrícolas são de cana de açúcar, laranja, coco e café. Na pecuária, destacam-se a criação de aves e gado bovino. A extração de granito, areias, mármores e uma pequena extração de gás natural e petróleo são outros produtos importantes.

Ainda que pequeno, o parque industrial do Espírito Santo abriga indústrias químicas, alimentícias, metalúrgicas e de papel e celulose. 

O turismo é outra importante atividade econômica do estado. As principais rotas turísticas se concentram na região litorânea (principalmente Guarapari, Marataízes e Itaúnas) e na Serra do Caparaó, onde o Pico da Bandeira, terceiro maior do país, é um destaque.

Estado tem demanda para qualificação de profissionais

Segundo dados do Mapa do Trabalho Industrial, o estado do Espírito Santo precisa qualificar cerca de 180 mil trabalhadores para ocupações relacionadas à indústria. 

Desse total, 140 mil são pessoas que já possuem alguma qualificação e precisam se aperfeiçoar, enquanto que os outros 40 deverão se capacitar de forma inicial. Portanto, essa é uma perspectiva clara de oferta de empregos no ES. 

As principais demandas de capacitação até o ano de 2024 são para qualificações especializadas, tanto com carga horária superior e inferior a 200 horas. 

Há ainda demanda de formação técnica e de nível superior. Ao todo, as áreas que mais devem demandar profissionais capacitados são: 

  • Transversais;
  • Logística e Transporte;
  • Construção;
  • Metalmecânica;
  • Alimentos e Bebidas;
  • Têxtil e Vestuário;
  • Mineração;
  • Tecnologia da Informação;
  • Indústria Automotiva;
  • Eletroeletrônica.

A relevância da qualificação na área de Transversais deve ser um ponto de interesse de quem procura empregos no ES. Isso porque essa formação é uma ocupação coringa, que pode trabalhar em diferentes setores da economia. 

Quais são as profissões que mais estão em alta no Espírito Santo?

Outro dado relevante para quem procura por empregos no ES é observar quais profissões e carreiras estão em alta no estado. Há tanto ocupações que não necessitam de qualificação específica e são de nível médio quanto áreas mais especializadas.

Para ocupações que não necessitam de qualificação, há oferta de vagas de atendente de comércio e farmácia, recepcionista, consultores de vendas e vendedores.

Assim como ocorre em todo o Brasil, a área de tecnologia é uma das que mais oferece oportunidades, com destaque para profissionais de TI, programadores, desenvolvedores, DPO, UX e cientistas de dados. 

A área de cuidados da saúde também oferece vagas, principalmente para enfermeiros, auxiliar de enfermagem, dentistas, médicos, fisioterapeutas, psicólogos e cuidadores de idosos.

As áreas que se relacionam à gestão e marketing são outro setor bastante aquecido, assim como recursos humanos e recrutamento de profissionais. Setores de logística, finanças, gestão comercial e de projetos também estão favorecidos.

As engenharias ambiental, de computação, elétrica, de manutenção e mecânica e o segmento de advocacia são setores que também oferecem boas oportunidades de empregos no ES para profissionais formados nesses cursos de graduação. 

Então, para quem tem formação de nível superior e reside em regiões de fronteira com o estado do Espírito Santo, como parte dos estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro e Bahia, pode ser uma opção interessante procurar vagas de empregos no ES.

É importante observar qual a média salarial oferecida e pesquisar sobre o custo de vida de forma mais específica, para entender se planejar uma mudança vale a pena. 

Para os residentes do estado do ES, é interessante investir em qualificação profissional, especialmente de nível técnico e formação continuada. Isso vai aumentar as suas chances de se colocar no mercado de trabalho capixaba.



Empregos no ES


Sobre o autor

Gisele Mendes - Marketing - Divulga Vagas
Gisele Mendes

Marketing - Divulga Vagas
 www.divulgavagas.com.br





Scroll to Top