Cozinheiro: o que faz,Gastronomia e Remuneração na Profissão

COMPARTILHE!
Cozinheiro: o que faz,Gastronomia e Remuneração na Profissão



O que veremos neste artigo

Você sabe o que faz um cozinheiro? Entenda mais sobre a área de atuação do profissional, quais são as competências e habilidades necessárias.

Você sabe o que faz um cozinheiro? Entenda mais sobre a área de atuação do profissional, quais são as competências e habilidades necessárias e qual é a remuneração média para quem exerce a função.

O que faz um cozinheiro?

Um cozinheiro é o profissional responsável pela criação e execução de diferentes receitas. Para isso, ele precisa dominar algumas técnicas de culinária e conhecer métodos de preparação. 

A sua principal função, naturalmente, envolve o preparo de alimentos, transformando ingredientes e temperos em pratos atrativos. No entanto, não se trata de um processo mecânico. 

É necessário que ele tenha uma boa noção de proporção para realizar a combinação adequada de ingredientes, de modo que o resultado sejam pratos saborosos e equilibrados. 

Outro aspecto muito importante do exercício dessa função é o conhecimento de processos corretos de manipulação dos alimentos, no sentido de segurança e higiene. 

Ter um repertório amplo, conhecendo diversos tipos de alimentos e suas características também é fundamental para explorar a criatividade, que é um aspecto crucial do trabalho do cozinheiro.

Quando possuem um profundo entendimento dos ingredientes e conhecimento sensorial dos alimentos, os cozinheiros podem usar sua sensibilidade para inventar novos pratos ou adaptar receitas que já existem. 

Quais são as competências e habilidades necessárias para um cozinheiro exercer a função?

A preparação adequada dos alimentos é essencial para elaborar pratos de qualidade. Para isso, é necessário que o cozinheiro apresente habilidades de corte, cozimento, tempero e apresentação. 

Outra habilidade importante é aprender a controlar o tempo de cozimento e de outros métodos de preparo, assim como fornecer a temperatura adequada para eles. Isso é fundamental para garantir que os alimentos estejam na textura desejada e em um ponto seguro para consumo. 

A higiene é algo intrínseco ao trabalho do cozinheiro. Por isso, é crucial que sua estação de trabalho esteja sempre limpa e que ele siga de forma rigorosa os padrões de higiene e segurança alimentar recomendados pelas autoridades de vigilância e fiscalização. 

Saber trabalhar em equipe é algo muito relevante para um cozinheiro, visto que é bastante comum o trabalho junto de outras pessoas, de funções hierárquicas inferiores e inferiores, nos ambientes das cozinhas profissionais. 

Sobretudo em operações que necessitam de agilidade e alto padrão de qualidade, como restaurantes de gastronomia, hotéis, navios e estabelecimentos que servem comida de modo geral. 

Finalmente, muitos acreditam que a paixão é uma competência fundamental para ser cozinheiro porque o amor pela culinária, a busca pela excelência e pela vontade de aprender. 

Esses aspectos são fundamentais para manter a motivação, impulsionar o aprimoramento das habilidades e explorar cada vez mais a criatividade. 

Como se tornar um cozinheiro?

Atualmente, há uma ampla oferta de cursos e formações para quem deseja ser cozinheiro. É possível investir em formações técnicas, oferecidas em escolas especializadas ou se matricular em cursos de graduação de Gastronomia, cada vez mais comuns.

No entanto, a educação formal não é a única maneira de se tornar cozinheiro, nem mesmo fundamental para ingressar no mercado de trabalho profissional.

A experiência prática é de extrema importância nessa área porque o conhecimento teórico não serve muito se o cozinheiro não souber aplicar técnicas de preparo e dominar as habilidades básicas da cozinha.

É possível ingressar em estágios mais baixos da profissão, em cargos abertos para aprendizes, como por exemplo Auxiliar de Cozinha. 

No entanto, para progredir profissionalmente, é muito importante ter motivação para aprender bem as técnicas de cozinha, dominá-las e ampliar cada vez mais seu repertório de referências culinárias e conhecimento de produtos. 

De qualquer forma, o caminho da educação formal é altamente recomendado para quem deseja se desenvolver e aprender competências na área de gastronomia. Há opções de formação mais rápidas, como programas de treinamento profissional ou cursos livres. 

Onde um cozinheiro pode atuar?

O cozinheiro pode atuar em uma enorme variedade de ambientes, afinal de contas, a alimentação é uma das necessidades básicas do ser humano.

Os restaurantes são o local de trabalho mais comum para os cozinheiros, em todos os tipos, desde pequenos restaurantes familiares e bistrôs até restaurantes de alta gastronomia.

Há também outros negócios que envolvem o segmento de hospitalidade e serviços que possuem demanda constante de cozinheiros, como hotéis, navios de cruzeiro e serviços de buffet. Cozinhas industriais e catering são outras áreas de atuação possível.

Outros locais que possuem necessidade recorrente de cozinheiros são aqueles que recebem de forma permanente ou rotineira pessoas, seja para estudos, trabalho, contextos penais ou hospitalares.

Alguns exemplos de locais com essa necessidade são plataformas de petróleo, escolas, hospitais, universidades, prisões e mesmo fábricas que oferecem refeições in loco para os seus funcionários. 

Nos últimos anos, muitos cozinheiros começaram a explorar novas possibilidades de atuação a partir da visibilidade das redes sociais e da febre de programas culinários na televisão. 

Assim, a partir de uma junção de empreendedorismo e marketing pessoal, é possível trabalhar por conta própria, seja criando receitas e tutoriais, seja como influencer digital.

Uma outra carreira possível é trabalhar como cozinheiro particular, seja em uma prestação fixa de serviços para uma mesma pessoa, seja a partir da prestação de serviços pontuais (como a preparação de jantares ou marmitas) para diversas pessoas. 

Qual é a remuneração média de um cozinheiro no Brasil?

O salário médio de um cozinheiro no Brasil, de acordo com dados do Novo CAGED, é de R$ 1.600,00 para uma jornada de trabalho semanal de 43 horas. 

O teto salarial médio para a profissão de cozinheiro é de R$ 2.616,32, sendo que o piso salarial para os profissionais em regime CLT é de R$ 1.577,00. A cidade que mais contrata cozinheiros no Brasil é a cidade de São Paulo. 

O perfil profissional mais comum dos trabalhadores da função é de pessoas na faixa de 40 anos, com ensino médio completo, do sexo feminino, com jornada de trabalho semanal de 44 horas no segmento de restaurantes e serviços. 

Obviamente, há profissionais que ganham remunerações maiores, no entanto, isso é mais comum em profissionais que trabalham de forma autônoma ou que trabalham em áreas que remuneram melhor, como restaurantes de alta gastronomia, hotelaria e cruzeiros.

Gostou de saber mais sobre a profissão de cozinheiro? Se você se interessa por essa área, pesquise mais sobre a função e veja como começar a exercê-la em sua localidade.



Vagas de Alimentação


Sobre o autor

Gisele Mendes - Marketing - Divulga Vagas
Gisele Mendes

Marketing - Divulga Vagas
 www.divulgavagas.com.br




Scroll to Top