Acupunturista: Vagas, o que é e quanto ganha

COMPARTILHE!
Acupunturista: Vagas, o que é e quanto ganha



O que veremos neste artigo

Você sabe o que é um acupunturista? Qual é a formação necessária para ingressar nessa área, como é o mercado de trabalho e quais as possibilidades salariais?

Você sabe o que é um acupunturista? Qual é a formação necessária para ingressar nessa área, como é o mercado de trabalho e quais são as possibilidades salariais? Entenda melhor sobre essa profissão no artigo abaixo!

O que é acupuntura?

Antes de entender como o que é e como atua um acupunturista, é necessário compreender do que se trata a acupuntura. Ela é uma técnica de medicina tradicional chinesa, que realiza métodos alternativos para o tratamento de dores, sintomas e prevenção de doenças. 

 

A ferramenta usada na acupuntura são agulhas, que são inseridas em lugares específicos do corpo. Acredita-se que essa técnica é uma maneira de equilibrar a energia vital, denominada pelos chineses de qi.

 

Dessa forma, as agulhas são capazes de estimular terminações nervosas e liberar neurotransmissores que promovem o alívio de dores e tratamento de doenças.

 

Essa técnica é estudada e aperfeiçoada há dezenas de séculos na China. Mais recentemente, ela passou também a despertar o interesse de médicos ocidentais. No entanto, ainda é vista com bastante descrédito pelo meio científico ocidental. 

 

O que faz um acupunturista?

É o profissional da área de saúde especializado na técnica de acupuntura, recomendada para tratamento de problemas físicos e emocionais. 

 

Em cada atendimento, o acupunturista deve realizar uma avaliação bem aprofundada do paciente. Nessa consulta, ele deve identificar quais são os principais sintomas do paciente, como é seu histórico de saúde, como é sua rotina e entender seu estilo de vida. 

 

A duração do atendimento pode variar entre 50 minutos à 1h30. Geralmente, o paciente fica deitado sob efeito das agulhas durante 20 a 40 minutos. O tempo da consulta e tratamento varia conforme a indicação clínica. 

 

A partir dessa avaliação inicial, o acupunturista identifica os pontos onde deve inserir as finas agulhas utilizadas na realização dessa técnica. O objetivo é estimular o fluxo de energia vital, de modo que o paciente obtenha um equilíbrio físico e emocional. 

 

Caso o profissional possua conhecimento específico, é possível ainda usar técnicas complementares no atendimento. Alguns exemplos são:

 

  • Acupuntura auricular;
  • Escalpo acupuntura;
  • Ventosaterapia;
  • Moxabustão;
  • Eletroacupuntura

Tratamentos oferecidos pelo acupunturista

O acupunturista pode atuar em diferentes áreas da saúde, promovendo alívio de dores, sintomas e tratamento preventivo para as seguintes condições:

 

  • Dores musculares em geral;
  • Dores crônicas;
  • Problemas digestivos;
  • Síndrome Pré-Menstrual;
  • Osteoartrite;
  • Artrose;
  • Hipertensão;
  • Dores dentárias pós procedimentos cirúrgicos;
  • Enxaquecas;
  • Problemas respiratórios;
  • Náusea e vômitos (especialmente aqueles devidos à quimioterapia);
  • Fibromialgia;
  • Ansiedade;
  • Insônia;
  • Alergias;
  • Perda de peso;
  • Fadiga;
  • Quadros de estresse e burnout;
  • Depressão.

 

A acupuntura também pode auxiliar no tratamento à obesidade e no tratamento de vícios, como o tabagismo. 

Em quais locais o acupunturista pode trabalhar?

Existem diversos estabelecimentos onde um profissional especializado em acupuntura pode atuar. Além das clínicas especializadas na técnica, ele pode trabalhar também em hospitais, spas, academias de ginástica, centros de saúde e bem estar, clínicas de fisioterapia e ter seu próprio consultório particular. 

Como se tornar um acupunturista?

Existem diferentes maneiras de obter a formação em acupuntura e o treinamento prático nessa técnica de medicina tradicional chinesa. 

 

O primeiro passo é procurar uma instituição credenciada nessa área de conhecimento. Atualmente, existem desde cursos de graduação até cursos de pós-graduação, passando por formações técnicas e cursos livres. 

 

O curso técnico pode ser uma boa escolha para quem deseja ingressar no mercado de trabalho de forma mais rápida, visto que a formação é bastante abrangente. 

 

Além dos princípios e técnicas da medicina tradicional chinesa, o estudante aprende também sobre anatomia humana, fisiologia, patologias e diagnóstico e tratamento com acupuntura.

 

É fundamental se certificar antes de ingressar em qualquer curso se a instituição atende a todos os requisitos necessários para atuar na área. 

 

Além disso, é importante verificar as regulamentações e leis locais, para entender se é possível atuar como acupunturista em sua região de moradia. 

 

Antes de começar a trabalhar de forma profissional, é muito importante adquirir uma sólida experiência prática. Ela será o meio através do qual você poderá desenvolver suas habilidades como acupunturista.

 

Geralmente, os próprios cursos de formação promovem experiência de estágio e prática aos estudantes de acupuntura. Também é possível realizá-la em centros de saúde ou hospitais que oferecem terapias complementares aos seus pacientes. 

Quais são as habilidades e competências que um acupunturista deve ter?

Além do conhecimento técnico na medicina tradicional chinesa, existem outras habilidades que são relevantes para uma pessoa que deseja iniciar uma carreira nessa área. 

 

É importante gostar e ter interesse na área de biologia, especialmente de anatomia humana. Ao mesmo tempo, é essencial ter interesse pelas tradições chinesas de saúde e medicina e crença na sua eficácia. 

 

É fundamental ter sensibilidade para lidar com pacientes com diversos problemas físicos e emocionais. Muitas vezes, eles vão buscar atendimento em momentos de vulnerabilidade. Portanto, ser atencioso e nutrir empatia são outras habilidades importantes. 

 

Para fazer um diagnóstico de forma precisa, é necessário ter interesse na investigação clínica de cada paciente e atenção plena no momento do atendimento. 

 

Além disso, qualidades como boa organização, boa comunicação, pontualidade e paciência agregam muito à formação global do profissional. 

Vagas e mercado de trabalho para acupuntura no Brasil

É mais fácil encontrar boas oportunidades de trabalho nos grandes centros urbanos, onde a prática já é mais conhecida e disseminada. Em localidades do interior, pode ser mais difícil conseguir se firmar na carreira.

 

É comum que profissionais iniciem sua carreira trabalhando como prestadores de serviços em centros de estética, spas, centros de reabilitação, clínicas de fisioterapia ou clínicas médicas. Há também escolas e clínicas especializadas em acupuntura. 

 

No entanto, boa parte dos acupunturistas opta por trabalhar de maneira autônoma, ou seja, abrir seu próprio consultório. Obviamente, é necessário uma certa experiência na área antes de abrir seu próprio empreendimento.

 

É possível também realizar atendimentos particulares em sua residência ou na residência dos pacientes. A flexibilidade de horários é uma das grandes vantagens de trabalhar dessa forma.

Quanto um acupunturista ganha em média?

Os ganhos podem ser muito variáveis porque dependem do grau de experiência no exercício das técnicas, do acúmulo de conhecimento, do reconhecimento profissional e da criação de uma clientela fixa e recorrente.

 

A maioria dos profissionais que atua de forma autônoma costuma ter rendimentos em torno de R$ 3 mil a R$ 3400 reais mensais. A depender da cidade de atuação e da demanda, é possível cobrar entre R$ 80 a R$ 250 por sessão. 

 

Profissionais muito experientes e com amplo reconhecimento podem ganhar mais de R$ 5 mil por mês. Contudo, para acupunturistas iniciantes, a média salarial fica em torno de R$ 1900 a R$ 2100 reais. 

 

Para quem tem interesse pela área de saúde e gosta do segmento de terapias alternativas e complementares, essa é uma ótima opção de carreira para seguir!



Vagas na área de Saúde e Bem-Estar


Sobre o autor

Gisele Mendes - Marketing - Divulga Vagas
Gisele Mendes

Marketing - Divulga Vagas
 www.divulgavagas.com.br




Scroll to Top

PUBLICIDADE